Hoje nem eu me recomendo...

27
Fev 15

Tenho muita pena das novas gerações, a minha também incluída.

Crescemos a ver O Sexo e a Cidade e a acreditar que para cada Carrie Bradshaw havia um John James Preston de fato e gravata, com um carro com morotista a investir na banca e a ganhar rios de dinehiro ao ponto de se poder dar ao luxo de lhe oferecer um cheque chorudo para comprar a casa depois de um Aiden a ter deixado pendurada. Se bem que neste caso, foi mais ela a deixá-lo a ele. O tipo devia ser bonzinho de mais e nós gostamos deles é mauzões e que nos trocidem o coração muitas vezes.

A série que marcou toda a geração actual dos 25-40 levou-nos a acreditar que poderíamos gastar pequenas fortunas em sapatos, que seriamos felizes donas de Manolos Blanick ou Louboutins, que não utilizaríamos jamais transportes públicos, que teríamos acesso aos sítios mais cool da cidade, estariamos sempre nas melhores festas e em todas as inaugurações, que seríamos pertença de uma elite social e que os grupos de amigas tinham de ser aos pares. Tudo isto claro com o ordenado de uma coluna de um jornal que ainda por cima nem era o mais lido da cidade.

Mas ainda tenho mais compaixão pela geração actual dos 18-25 que acha que a o expoente máximo é ser uma Anastacia Steel a encontrar um Christian Grey que lhe dê umas valentes palmadas e um par de filhos no final. Em que os carros, os computadores, os smartphones e mesmo os empregos são oferecidos pelo namorado que de repente tem uma epifania e percebe que encontrou a mulher da sua vida numa virgem de 22 anos.

Adoraria esplanar sobre todos os extraordinários estereótipos aqui inerentes, mas por hoje apraz-me só dizer que a Disney foi reinventada em filmes com personagens reais, porque parece que os desenhos animados já deixaram de ser para estas faixas etárias.

 

 

 

Consumido por A. Leya às 16:57

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
20

22
25
26
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Consumos
subscrever feeds
subscrever feeds
Para Consumir
Consumismo
Leya Mailbox
Pesquisa
 
blogs SAPO